Histórias de Quem

QUEM ALUCINA E CONFUNDE...

suas histórias são reais ou absurdas?

Embarque nessa viagem

− Toda espetada. Encontraram o corpo, nu e todo rabiscado. Eram pequenos furos feitos com o bico de pena formando mandalas, poemas, histórias, um mosaico narrativo que terminava no pescoço, com um furo profundo na jugular. Forma trágica de colocar ponto final na história.

Os estilhaços penetraram profundamente em sua carne e o sangue jorrou abundante. Ao percebê-lo – ele não pode ver sangue – sua pressão caiu. Sabia que desmaiaria, mas resistiu. Não podia desmaiar. Não agora, nesse momento importante em que deveria voltar à biblioteca para reescrever seu ensaio. Ao esmurrar o espelho e ter sua mão cortada, teve um insight, uma espécie de visão que lhe indicava o caminho, os passos para desvendar o segredo da imortalidade.

Enquanto se levantava, ergueu com a mão direita os óculos do gato. Do corpo das pessoas, num crescendo, irradiavam-se feixes de luz e cores que tomaram conta, por um instante, de todo o cenário. O Mestre do Gato voltou a colocar-lhe os óculos. As pessoas estavam espantadas.

leitores comentam

A máquina ficcional de Cesar Augusto de Carvalho tem um misto de dado real e alucinação, por meio da superposição de diferentes dimensões temporais e espaciais num mesmo enredo...” A apresentação do Frederico Fernandes vai, cirúrgica, a nos desvendar os mistérios da escrita de Cesar Carvalho.

Se como poeta Cesar Carvalho já é danado de bom, como contista nos brinda e nos dá satisfação e prazer em sua nova incursão literária. Vale a pena conferir.

José Maschio

Escritor, ex-Jornalista Folha de SP

Os dez contos do livro História de Quem são interligados por uma espécie de unidade. Cada narrativa parte de um fato banal e, subitamente, abre-se para o nonsense e o absurdo.

São muitas as frestas da imaginação exploradas por Cesar em cada um dos contos, em viagens impulsionadas por um delírio apaixonado e febril. Mas o que me parece resultar mesmo do conjunto é uma ode aos livros e à leitura – com o adicional do humor.

Paulo Lima

Poeta, escritor

Sobre o autor

Não sabemos quem é Quem, mas, o autor de Histórias de Quem é real. Existe mesmo. E muito de sua escrita vem de sua experiência vivida. Em 1986 viajou com sua moto 125 cilindradas Brasil afora – percorreu dois terços do país – visitando as comunidades dos hippies daquela época, os alternativos, que viviam em lugares bem afastados. Do resultado dessa viagem, Cesar Augusto de Carvalho publicou Viagem ao Mundo Alternativo: a contracultura nos anos 1980, pela editora Unesp.

 

Sociólogo e historiador de formação, dedicou toda sua vida profissional ao magistério universitário e à pesquisa acadêmica, escrevendo livros, ensaios e artigos científicos. Nas horas vagas, escrevia histórias e poemas. Ao aposentar-se, passou a dedicar todo seu tempo ao que ama de paixão, escrever!

Apesar de ter caído nas letras desde muito cedo, só publicou sua primeira prosa ficcional quando editou Toca Raul, uma coletânea de histórias, crônicas e radionovela sobre a vida e obra do roqueiro Raul Seixas, em 2014.

Histórias de Quem é seu primeiro livro de contos. Antes dele, publicou três livros de poesia: Proesia, edição independente, 2013; Lavras ao Vento, Pá, ed. Benfazeja, 2017; Curto-circuito, ed. Patuá, 2019.

a campanha de kiki

NÃO PERCA A SAGA

 Copyright © 2021 Cheróki | Developed By Cheróki I Powered by WordPress.